Tie Dye! Anos 70 de volta?

A tendência faz parte da observação e essa, por sua vez, é o reflexo de um movimento, da construção histórica e de fato de amostras concisas da realidade. Há algum tempo venho percebendo um namoro com os anos 70 por parte dos conteudistas de moda. Começou sutilmente com o lurex. Passou pelo lamê e chegamos ao tie dye.

Em tempos de pandemia é natural que procuremos algo para nos entreter em casa. Muitos aprenderam a cozinhar, fizeram curso online ou aprenderam a customizar roupas. Aliás, tingir roupas deveria ser algo que aprendêssemos na escola. Assim, partindo desse movimento em que menos é mais, podemos dizer que muitos caíram nas graças do artesanato. O tie dye não é diferente.

Iniciada no Japão e tomando forma na Índia, essa técnica de tingimento se popularizou nos anos 70. Porém, no século 21 ela se torna “high”. E o que fazer com essa tendência? Simples, se gostou use, se não, passe reto.

O importante é não parecer que está saindo de um filme de época. Que tal usar uma camiseta com essa novidade combinada com peças de alfaiataria? Um scarpin ou sandália de salto fino deixam o visual elegante e moderno mesmo colorido. Bolsas e lenços também é a maneira elegante de mostrar que está na moda sem parecer escrava dela. E por último, um belíssimo biquíni ou maiô, vai deixar todos espantados com a sua capacidade de usar as tendências sem parecer que o propósito era esse.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *